Bruninha Salles











{180000006112007 11. 2007}  

momentos-282.jpg



{180000006112007 11. 2007}  

momentos-286.jpg



{180000006112007 11. 2007}  

momentos-263.jpg



{180000006112007 11. 2007}  

momentos-280.jpgmenina com uma flor

Porque você é uma menina com uma flor e tem uma voz que não sai, eu lhe prometo amor eterno, salvo se você bater pino, que aliás você não vai nunca porque você acorda tarde, tem um ar recuado e gosta de brigadeiro: quero dizer, o doce feito com leite condensado.
E porque você é uma menina com uma flor e chorou na estação de Roma porque nossas malas seguiram sozinhas para Paris e você ficou morrendo de pena delas partindo assim no meio de todas aquelas malas estrangeiras. E porque você quando sonha que eu estou passando você para trás, transfere sua d.d.c. para o meu cotidiano e implica comigo o dia inteiro como se eu tivesse culpa de você ser assim tão subliminar. E porque quando você começou a gostar de mim procurava saber por todos os modos com que camisa esporte eu ia sair para fazer mimetismo de amor, se vestindo parecido. E porque você tem um rosto que está sempre num nicho, mesmo quando põe o cabelo para cima, como uma santa moderna, e anda lento, a fala em 33 rotações mas sem ficar chata. E porque você é uma menina com uma flor, eu lhe predigo muitos anos de felicidade, pelo menos até eu ficar velho: mas só quando eu der aquela paradinha marota para olhar para trás, aí você pode se mandar, eu compreendo.
E porque você é uma menina com uma flor e tem um andar de pajem medieval; e porque você quando canta nem um mosquito ouve a sua voz, e você desafina lindo e logo conserta, e às vezes acorda no meio da noite e fica cantando feito uma maluca. E porque você tem um ursinho chamado Nounouse e fala mal de mim para ele, e ele escuta mas não concorda porque é muito meu chapa, e quando você se sente perdida e sozinha no mundo você se deita agarrada com ele e chora feito uma boba fazendo um bico deste tamanho. E porque você é uma menina que não pisca nunca e seus olhos foram feitos na primeira noite da Criação, e você é capaz de ficar me olhando horas. E porque você é uma menina que tem medo de ver a Cara- na-Vidraça, e quando eu olho você muito tempo você vai ficando nervosa até eu dizer que estou brincando. E porque você é uma menina com uma flor e cativou meu coração e adora purê de batata, eu lhe peço que me sagre seu Constante e Fiel Cavalheiro.
E sendo você uma menina com uma flor, eu lhe peço também que nunca mais me deixe sozinho, como nesse último mês em Paris; fica tudo uma rua silenciosa e escura que não vai dar em lugar nenhum; os móveis ficam parados me olhando com pena; é um vazio tão grande que as outras mulheres nem ousam me amar porque dariam tudo para ter um poeta penando assim por elas, a mão no queixo, a perna cruzada triste e aquele olhar que não vê. E porque você é a única menina com uma flor que eu conheço, eu escrevi uma canção tão bonita para você, “Minha namorada”, a fim de que, quando eu morrer, você se por acaso não morrer também, fique deitadinha abraçada com Nounouse, cantando sem voz aquele pedaço em que eu digo que você tem de ser a estrela derradeira, minha amiga e companheira, no infinito de nós dois.
E já que você é uma menina com uma flor e eu estou vendo você subir agora – tão purinha entre as marias-sem-vergonha – a ladeira que traz ao nosso chalé, aqui nestas montanhas recortadas pela mão presciente de Guignard; e o meu coração, como quando você me disse que me amava, põe-se a bater cada vez mais depressa. E porque eu me levanto para recolher você no meu abraço, e o mato à nossa volta se faz murmuroso e se enche de vaga-lumes enquanto a noite desce com seus segredos, suas mortes, seus espantos – eu sei, ah, eu sei que o meu amor por você é feito de todos os amores que eu já tive, e você é a filha dileta de todas as mulheres que eu amei; e que todas as mulheres que eu amei, como tristes estátuas ao longo da aléia de um jardim noturno, foram passando você de mão em mão, de mão em mão até mim, cuspindo no seu rosto e enfeitando a sua fronte de grinaldas; foram passando você até mim entre cantos, súplicas e vociferações – porque você é linda, porque você é meiga e sobretudo porque você é uma menina com uma flor…



{170000006052007 11. 2007}  

momentos-216.jpgMORRE. Como assim? E os e-mails que você ainda não abriu? O livro que ficou pela metade? O telefonema que você prometeu dar à tardinha para um amigo? Não sei de onde tiraram esta idéia: MORRER. A troco de que? Você passou mais de 10 anos da sua vida dentro de um colégio estudando fórmulas químicas que não serviram para nada, fez as provas, foi em frente. Passou madrugadas sem dormir para estudar pro vestibular mesmo sem ter certeza do que gostaria de fazer da vida, cheio de duvidas quanto à profissão escolhida. Mas era hora de decidir e mais uma vez foi em frente. De uma hora pra outra, tudo isso termina. Qual é? Morrer é um chiste. Obriga você a sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém, sem ter dançado com a garota mais linda, sem ter tido tempo de ouvir outra vez sua música preferida.Os outros vão ser obrigados a apagar as pistas que você deixou durante uma vida inteira. Logo você que dizia: das minhas coisas cuido eu. Que pegadinha macabra: você sai sem tomar café e talvez não almoce, caminha por uma rua e talvez não chegue na próxima esquina, começa a falar e talvez não conclua o que pretende dizer. Não faz exames médicos, fuma dois maços por dia, bebe de tudo, curte costelas gordas e mulheres magras e morre num sábado de manha. Faz-se check-up regulares e não tem vícios, morre do mesmo jeito. Isso é para ser levado a sério? Ok, hora de descansar em paz. Mas antes de viver tudo? Morrer cedo é uma transgressão, desfaz a ordem natural das coisas. Morrer é um exagero. E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas. Só que esta não tem graça. Por isso viva tudo que há para viver. Não se apegue as coisas pequenas e inúteis da vida. Perdoe. Sempre!



{150000006032007 11. 2007}  

momentos-143bruuuu.jpg



{150000006032007 11. 2007}   …show de bola!!!

momentos-143.jpgA beleza das pessoas está
na capacidade de amar e de
encontrar no próximo a
continuidade de seu ser…
E, também, em reconhecer
que nessa vida você estará
sempre precisando de alguém
e sempre terá alguém
precisando de você!”



{120000006062007 11. 2007}  

momentos-112.jpgQuando você sentir vontade de chorar, não chore, pode me chamar que eu venho chorar por você.
Quando você sentir vontade de sorrir, me avise, que eu venho, para nós dois sorrirmos juntos.
Quando você sentir vontade de amar, me avise, que eu venho amar você.
Quando você sentir que tudo esta se acabando, me avise que eu venho ajudar a reconstruir.
Quando você achar que o mundo é pequeno demais para a sua tristeza, me chame, que eu faço ficar pequeno demais para a sua felicidade.
Quando você precisar de companhia, naqueles dias nublados, eu venho, venho sim!
Quando você estiver precisando ouvir alguém dizer Eu adoro vc e muito legal etc, me chame, que eu digo a você, a qualquer hora.
E quando você não precisar mais de mim, me diga, pois meu carinho por você é grande demais, mas mesmo assim: EU SIMPLISMENTE IREI EMBORA…



{120000006062007 11. 2007}  

momentos-92.jpgsou uma sonhadora pois quem nao sonha nao realiza………………
Já beijei por beijar…
Já decepcionei alguém…
Já briguei por alguém…
Já brigaram por mim…
Já pensei que nunca fosse conseguir…
Já me perguntei: “Porque eu?”…
Já me apaixonei por quem não devia…
Já falei coisa errada na hora errada…
Já me acabei de tanto dançar…
Já dei risada quando não podia…
Já tive vontade de ir sem dar tchau…
Já fiz juras eternas…
Já vivi momentos inesquecíveis…
Já tentei impressionar alguém…
Já fiquei com tanta raiva que tive vontade de matar…
Já liguei só pra escutar uma voz…
Já chorei vendo fotos…
Já chorei ouvindo música…
Já amanheci pensando em alguém…
Já tomei porres pensando em alguém…
Já pensei que nada fosse dar certo…
Já pensei que fosse morrer de tanta saudade…

No final, tive medo de perder alguém especial…e acabei perdendo!
Mas… VIVI…
E estou VIVA…
Por isso estou aqui, firme e forte… pronta pra mais uma…



{120000006062007 11. 2007}  

casa-flavinha-001.jpgĄMЄ…

 Ąмє cσм σ cσrαςãσ, єsqµєςα α rαzãσ.
 Ąмє cσм lίвєrđαđє, єsqµєςα α vαίđαđє.
 Ąмє cσм ίησcêηcία, sєм єxρєrίêηcία.
 Ąмє cσм fίrмєzα, єsqµєςα αs ίηcєrтєzαs.
 Ąмє σs đєfєίтσs, vσcê ηãσ έ ρєrfєίтσ.
 Ąмє…αмє мµίтσ є qµαηđσ αмαr ηãσ
 sє fαςα єsρєcίαl, sє тσrηє єssєηcίαl.

΅◦.ﻶﻍஞ

Nµηcα sєנα úηίcσ, sє тrαηsfσrмє єм đσίs.
 Є đєρσίs тєrά α sσмα đє µм.
 Nãσ ρrσcµrє µмα ρєssσα єsρєcίαl, є sєנα
 sίм єsρєcίαl ραrα α ρєssσα qµє vσcê αмα.
 Є αssίм тєrά α fórмµlα єxαтα ραrα
 αмαr αlgµέм є sєr αмαđσ(α) тαмвέм!



et cetera